Reunião virtual com parlamentares reúne Dalila Saldanha para balanço das ações educacionais durante pandemia

Hoje (25), em uma sessão virtual os parlamentares se reuniram com a Dalila Saldanha para ser realizado um balanço com relação ao total de ações realizadas no âmbito da educação em tempos de pandemia, causado pelo novo coronavírus (Covid-19). Vários pontos foram discutidos.

O prefeito Roberto Cláudio instituiu a distribuição de kits de alimentos, visto que mais de 70% das crianças atendidas pela rede municipal são oriundas do bolsa família. Portanto ficou decidido que enquanto perdurar a suspensão das aulas presenciais, haverá distribuição de alimentos. O que os levou a escolherem alimentos não perecíveis para facilitar a distribuição e colaborar com a alimentação das famílias, vale lembrar que é uma contribuição e não substituição.

Na primeira etapa nos meses de março, abril e maio, os investimentos começaram com os próprios recursos do município, até o Governo Federal decretar a Lei Complementar de n: 13.987/20 concedendo a ajuda Federal. Mas tudo ocorreu dentro da legislação e com o máximo de transparência possível, visto que na 1ª etapa houve dispensa de licitação e na 2ª etapa no mês de junho foi feito pregão eletrônico, que está na fase de homologação, onde temos o intuito de cumprir o programa das entregas dos kits as famílias no final de cada mês.  Contudo foram somasse um total de famílias beneficiadas de 55.632. 

Já no mês de abril e maio, foi realizado um Programa Todos com Máscara, onde foram entregues máscaras juntamente com os kits de alimentação. Foram  entregues quatro unidades de máscara por aluno inscrito na rede municipal. No final totalizaram-se em média 807 mil unidades de máscaras entregues a população. 

A Secretaria Municipal de Educação (SME) montou o plano de Atividade na Educação Infantil e Ensino Superior,  juntamente com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (SINDIUTE) com diretrizes gerais (LDB) para em relação a Educação Infantil, fortalecer o vínculo com as famílias e crianças, promovendo o bem estar de todos e incentivando o processo educacional em casa, bem como interação com as famílias via WhatsApp, Skype entre outro. Já para o Ensino Fundamental, o plano criado, também, foi para fortalecer o vínculo entre o adolescente, escola e família, zelando pela saúde, criando um plano domiciliar, elaborando um estudo diário de gravação de viideoaulas, bem como um trabalho realizado na plataforma Classroom Google.

Para o Plano de Retomada às aulas, ficou decidido que as aulas ficarão suspensas até 31/07, onde o retorno acontecerá de acordo com os indicadores de reabertura e autorização do Prefeito, pois a educação encontra-se somente na 4ª etapa. Vale ressaltar que já existe um plano de retorno que prevê um protocolo a ser seguido, tais como: áreas bem ventiladas, uso de EPIs tanto dos profissionais quanto dos estudantes, protocolo de higienização, distanciamento, restrição de acesso de pessoas externas, haverá comunicação com as famílias sobre a saúde dos estudantes nas escolas fazendo aferições de temperatura e uso de álcool em gel nas mãos, entre outros. 

Houve também um aviso sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) que serve para promover o financiamento da educação básica pública, encontrasse em um cenário ameaçador, mesmo que Fortaleza conte com esse fundo para realizar o pagamento do piso dos professores.  

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=8w732Lco1XY

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.